Wednesday, May 21, 2008

Contar a novidade no emprego...

Soubemos que estavamos "gravidos" antes de eu ir para os Estados Unidos... uma vez que se tratava de uma viagem longa e exigente e era possivel eu sentir necessidade de mais descanso do que o normal, decidimos contar aqui no escritorio depois de fazermos a primeira consulta medica. Assim, um belo dia chego ao escritorio e disse que precisava de uns minutos com o meu chefe e com a minha que colega que me ajuda a traduzir.
Eles olharam para mim "ok, podemos falar... "
E eu disse, "...E melhor irmos para uma sala..."
Ai abriram muito os olhos e acho que acharam que eu me ia despedir! Quando chegamos a sala eu la dei a novidade... Resposta sorrisos de orelha a orelha... todos contentes a darem os parabens... a minha colega, como boa representante das mulheres japonesas, fartou-se de dar gritinhos "ahhhhh, sooooooooo", depois das perguntas tipicas (Quando nasce? Ja sabemos se e rapaz ou rapariga?...), perguntaram-me "Entao e o trabalho? Vai continuar a trabalhar?" e eu repondi "Sim, para ja nao tenho planos de deixar de trabalhar, porque?", eles responderam que a maioria das japonesas deixa de trabalhar quando tem o primeiro filho, alias, a maioria deixa de trabalhar quando casa, as restantes deixam quando tem o primeiro filho... por isso nao se veem mulheres em lugares de topo nas empresas japonesas.
Assim, agora sou nao so a unica estrangeira a trabalhar nesta empresa, como tambem sou a unica mulher gravida que continua a trabalhar...

2 comments:

Angelo said...

E ainda bem que continuas!

Falaste de um fenomeno muito interessante na sociedade japonesa...

Pai said...

O trabalho da mulher e a sua relação com a maternidade é bem diferente
Devem considerar-te uma mulher de armas.
Beijinhos

Google